Em profundidade

Como criar um programa de voluntariado bem-sucedido 

Em 2017, desenvolvemos uma nova teoria da mudança para o Programa Voluntariado promovido pelo Instituto C&A, com base nas avaliações feitas no ano anterior. Desde 1991, a iniciativa envolveu 3.426 funcionários, os quais participaram da educação de crianças e adolescentes em todas as comunidades onde a companhia está presente no Brasil. O programa melhorou as condições educacionais das crianças, possibilitando seu acesso a novas experiências de aprendizado e melhorando as instalações escolares e materiais didáticos. Veja a seguir as ações necessárias para um programa de voluntariado de sucesso.

Explique os resultados 

O Programa Voluntariado é bem consolidado na C&A Brasil. Entretanto, é sempre importante explicar aos funcionários quais são os resultados esperados quando uma nova fase do programa é iniciada. As lideranças e os voluntários precisam entender que resultados e que impacto social se esperam das ações voluntárias antes de irem às comunidades.

Promova o desenvolvimento pessoal e profissional

O Programa Voluntariado ampliou a participação social dos funcionários e apoiou o desenvolvimento pessoal e profissional dos voluntários, o que influenciou positivamente o ambiente de trabalho da empresa e o desenvolvimento das equipes.

Combine a experiência profissional e as necessidades da comunidade 

Nossas ações de Bazar – venda de estoques excedentes da C&A por meio de organizações comunitárias – foi bem-sucedida porque estava relacionada à principal função comercial da C&A Brasil e às necessidades das organizações. É importante que o Programa Voluntariado busque relações entre a experiência profissional dos voluntários e as necessidades das organizações comunitárias que recebem apoio.

Aposte nas habilidades dos voluntários

É essencial que as atividades dos voluntários sejam lúdicas e conectadas ao que fazem. Ao atuar com crianças, o desempenho dos voluntários é melhor quando realizam atividades divertidas que apoiam o desenvolvimento cognitivo das crianças – tais como música, teatro e brincadeiras. Ao desenvolvermos atividades voluntárias para apoiar empreendedores sociais, mulheres rendeiras ou migrantes conectados à indústria da moda, foi importante possibilitar que os voluntários usassem as habilidades adquiridas no ambiente de trabalho, dando consultoria em tecnologia da informação (TI), apoio na precificação de produtos, conhecimentos sobre designetc. e até mesmo desenvolvimento de currículos.

Estabeleça um acordo claro

O estabelecimento de critérios e acordos claros com as organizações comunitárias apoiadas é fundamental para manter o envolvimento delas nas ações e entregar resultados. As diretrizes que orientam as parcerias precisam basear-se em objetivos claros, nos resultados esperados e numa estratégia de saída, bem como em monitoramento e avaliação adequados. Isso deverá ser uma característica natural do Programa Voluntariado no futuro.

História de sucesso

Troca de saberes

Entre os dias 31 de maio e 4 de junho de 2017, o Instituto C&A levou um grupo de dez voluntários do escritório central da C&A até o Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais.


Em parceria com a OCA – Escola Cultural, de Carapicuíba (SP), o grupo ajudou a Associação dos Artesãos de Francisco Badaró nos preparativos para a inauguração de um novo galpão de trabalho, construído com o apoio do Instituto C&A. Além disso, os voluntários compartilharam o conhecimento acumulado dentro da C&A com as mulheres locais, dando oficinas sobre cores, precificação, montagem de vitrine e organização de estoque.

A iniciativa fortaleceu a comunidade local, que depende da fiação do algodão e dos teares, e transformou o olhar dos voluntários. Segundo Terezinha de Fátima Ferreira, uma das artesãs locais, “a inauguração do espaço e os aprendizados com os voluntários vão melhorar a qualidade das peças”. Já a voluntária Letícia Alponti, analista comercial da C&A, aponta que a participação no intercâmbio foi uma experiência que mudou sua vida. “Foram tantos os sorrisos, o carinho e os olhares de gratidão que não consigo descrever a experiência”, conta ela.

Assista ao vídeo para saber mais sobre o intercâmbio

video-play-button