Como apoiar a transformação do setor promovendo um impacto positivo nas pessoas e no meio ambiente?

Três anos depois de iniciarmos uma jornada global para que a moda se torne uma força para o bem, reconhecemos que, para transformar o setor, é necessário repensar os modelos de negócio dessa indústria. Neste momento, o “fluxo linear de produção” significa extrair do meio ambiente enormes volumes de materiais não renováveis para a produção de roupas que são usadas por um curto período de tempo e, em seguida, enviadas para aterros sanitários ou incineradas. A indústria da moda tem o potencial de criar valores sociais, ambientais e econômicos positivos. Mas isso ainda não está acontecendo.

Nossa visão para o futuro inclui um setor que cuida do bem-estar dos consumidores, oferece condições de trabalho seguras e justas aos seus trabalhadores, mantém o valor pleno dos materiais, regenera ecossistemas e fortalece economias e comunidades. Esta é a visão de uma indústria da moda que trabalha para as pessoas e para a preservação do meio ambiente. Esta visão é possível e está dentro do nosso alcance. Porém, isto acontecerá apenas quando o setor começar a trabalhar com ações, recursos, ferramentas e incentivos adequados.

Como impulsionar as mudanças

  1. Gerar conhecimento sobre a transição para uma moda circular

    A maior parte das discussões sobre moda circular se concentra na reciclagem, que é apenas uma pequena parte da história. O setor precisa adquirir mais conhecimento sobre outros processos que podem facilitar a transição do modelo linear para sistemas circulares.

  2. Impulsionar a escala de inovações técnicas
    Inovações técnicas, como corantes originados de bactérias, e inovações de processos, como iniciativas de aluguel de roupas, possibilitarão a transição para a moda circular – mas ainda não estão sendo usadas em escala. Continuaremos apoiando o centro de inovação Fashion for Good, em Amsterdã, juntamente com as marcas e varejistas globais, com o objetivo de testar e replicar inovações em suas cadeias de fornecimento e, assim, impulsionar a escala de soluções circulares.
  3. Facilitar a implementação de um novo modelo de negócio
    As tecnologias circulares só poderão proporcionar uma escala exponencial quando houver modelos de negócio que facilitem e ofereçam os incentivos adequados. Embora muitas marcas e varejistas demonstrem interesse pelo conceito de economia circular, poucos estão replanejando seus modelos de negócio nesse sentido. Estamos buscando formas de eliminar a lacuna entre o conceito e a sua implementação por meio de parceiros que ajudarão o setor a planejar, implementar e, eventualmente, dar escala a projetos-piloto de modelos de negócio circulares. Simultaneamente, estamos compartilhando aprendizados com toda a indústria.
  4. _Criar condições para a mudança ​​​​​​​                                                        Os principais facilitadores – tais como as políticas e regulamentações (incentivos e normas) e mecanismos financeiros – ajudarão a impulsionar a escala de sistemas circulares no setor. Se juntarmos a isso o desenvolvimento de um sistema fiscal muito mais sofisticado, poderemos estabelecer a economia circular como o novo modelo de negócio regular do mercado.